“Estou longe de encerrar a minha jornada nesta orbe”, escreveu Fernanda Young antes de morrer

Portal Raízes

Faleceu precocemente neste domingo, 25, a atriz e escritora Fernanda Young, de 49 anos, mais conhecida por roteirizar a série ‘Os Normais’, sucesso da Rede Globo no início dos anos 2000, e por integrar o primeiro time de apresentadoras do programa Saia Justa, do GNT. Fernanda deixa marido e quatro filhos.

A notícia do falecimento de Young causou surpresa e comoção nas redes sociais. Muitos fãs e amigos se despedem da artista por meio de mensagens destacando seu talento e relatando a saudade que ela vai deixar. É o caso do Padre Fábio de elo, que usou seu perfil no Instagram para publicar um comentário na última foto postada pela amiga na rede social.

“Vou sentir muita falta das nossas longas conversas. E o encontro em Gonçalves, o almoço, a roda de música, ficarão na espera, na longa espera… Vai com Deus, minha amiga. Dê um beijo Nele por mim.”, escreveu o sacerdote.

Protagonista de duas séries protagonizadas por Fernanda Young, o ator Luiz Fernando Guimarães também fez sua homenagem à amiga:

“A gente nunca conta com o inevitável. É uma pessoa maravilhosa. Devo uma boa parte de um dos melhores anos da minha vida junto com Fernanda Young, Fernanda Torres, Alexandre Machado que são carinhosíssimos” disse Guimarães.

A atriz Fernanda Nobre, que entraria em cartaz no dia 12 de setembro em São Paulo com a peça “Ainda nada de novo” junto com Fernanda fez uma postagem no Instagram lamentando a perda e chamando os amigos para homenageá-la no velório:

“Ai Fernanda… Não faz isso com a gente. Só pode ser mentira. Só pode. Que dor, que dor… Venham amigos homenagear essa artista insubstituível, linda e de uma generosidade inacreditável. Ela vai amar ver esse lugar cheio. Às 16h no cemitério de Congonhas”, escreveu.

Fernanda Torres, que protagonizou ‘Os Normais’ ao lado de Luiz Fernando Guimarães, compartilhou um texto sobre Fernanda em suas redes sociais. Ela contou sobre a última vez em que falou com a amiga, sobre “Shippados”, última série da roteirista:

“Devo muito a ela, à inteligência, ao humor, à originalidade, à coragem dela. Ainda bem que escrevi para a Fernanda para dizer do quanto havia gostado do Shippados. Foi a última vez que nos falamos e foi bom, bonito, carinhoso. O Brasil perde muito sem a anarquia e a clareza dela”, escreveu.

Já o ator e escritor Michel Melamed publicou uma foto da roteirista com a seguinte legenda: “Fiz com a Fernanda Young a série dela Edifício Paraíso no GNT. Vi o livre trânsito entre o dentro e o fora dela, essa lição. Meu abraço de amor.”

O apresentador do ‘Altas Horas’, Serginho Groisman, foi outro que se manifestou sobre o falecimento de Fernanda Young: “Muito triste com a notícia da morte de Fernanda Young. Seu humor e sua inquietude nas obras ficam marcadas.Triste ir tão jovem. Meus sentimentos à família e que fique em paz”.

De acordo com nota oficial, Fernanda Young sofreu uma crise de asma seguida de parada cardíaca. A escritora, atriz, roteirista, apresentadora de TV e colunista de O GLOBO passava o fim de semana no sítio da família em Gonçalves (MG).

Um dia antes do seu falecimento, aos 49 anos, a escritora, roteirista e atriz Fernanda Young publicou um desabafo em seu perfil no Instagram. No fim do texto, que você lê na íntegra abaixo, Young disse “sou uma mulher de 50 anos que sonhou alto e realizou muito”, e afirmou, por fim, que estava longe de encerrar sua “jornada nessa orbe”.

View this post on Instagram

As pessoas me acham maluca, mas estou observando tudo – de dentro e de fora. Pensam que não percebo as suas falcatruas, mas ser gentil não significa ser otaria! Trabalho feito uma vaca, pago essas merdas desses impostos, não vejo uso para eles, escuto que mamo em tetas do governo; divirto as pessoas, ofereço poesia, e lido com ignorâncias proferidas por um bando de escroto que mete Deus nos seus discursos hipócritas. Deito e levanto cansada porque nunca peguei um centavo de ninguém e tudo o que tenho é fruto de TRABALHO. Não herdei, não ganhei, nem sou sustentada! Tenho 4 filhos que estão aprendendo a serem éticos e livres. E o que ouço? É louca! O que vejo? A nossa cultura material e imaterial, a nossa língua, a nossa fauna, flora, sendo esganiçada, sacaneada, por ogros maléficos. Estamos virando uma gente porcaria, afinal “piorar é mais fácil”! E fica tão claro o oportunismo das ratazanas sorrateiras, que veem na “loucura do criador”, achando-nos dispersos, irresponsáveis, ricos, nesgas para sermos passados para trás! Comigo, não! Não! Sei reconhecer um lápis meu em meio a um milhão! Não estive “calada nos últimos 14 anos”, não aceito desaforo! Sou uma mulher de 50 anos que sonhou alto e realizou muito. E estou longe de encerrar a minha jornada nessa orbe! Aos que se interessam: bom proveito. Para os outros: estou pouco me lixando! ⚔️ (Texto escrito no ônibus. Ganho para escrever. Aqui ofereço de graça e com erros. “Flagra” de @e.mym que postou a foto com uma legenda muito mais sábia.) 🖤

A post shared by Fernanda Young (@fernandayoung) on

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.