Máscara de tecido: como fazer em casa, usar e higienizar da forma correta

Portal Raízes

Todos sabemos que a máscara é um item muito útil no controle do coronavírus, embora a recomendação seja de que deixemos as máscaras cirúrgicas para profissionais da saúde e pacientes de COVID-19, uma nova orientação é de que a população faça suas próprias máscaras caseiras e reutilizáveis.

Como fazer

Quando se fala em como fazer máscara caseira, há algumas formas diferentes circulando na internet. Para ser eficiente, o governo reforça que a máscara precisa ter pelo menos duas camadas de pano, não pode ser compartilhada com ninguém (mesmo após lavada) e pode ser feita de tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que seja higienizada corretamente, fique bem ajustada ao rosto, sem deixar espaços nas laterais, e seja grande o suficiente para cobrir totalmente a boca e o nariz.

Você pode utilizar qualquer pedaço de tecido para confeccionar a máscara, desde que esteja bem higienizado: pedaço de camisa velha, calça antiga, cueca, cortina, etc. Veja duas formas simples:

1 – Com lenço (ou qualquer tecido cortado em formato quadrado)

A forma mais simples de fazer não envolve habilidade com costura, e requer apenas um pedaço quadrado de tecido e dois elásticos, como os usados para prender os cabelos.

Aqui, o primeiro passo é dobrar o tecido repetidas vezes, deixando-o no formato de um retângulo largo o suficiente para cobrir a área do rosto que vai da ponta do nariz até o queixo. Em seguida, os elásticos devem ser posicionados nas pontas do retângulo, e as extremidades do tecido devem ser passadas por dentro dos aros, sendo levadas em direção ao centro da máscara. Confira como:

 2 – Com tecido e cola (sem costura)

Pode ser com qualquer tecido, nesse vídeo abaixo é utilizado TNT, observe como a pessoa que ensina segue a recomendação da camada dupla. É válido lembrar que especialistas não recomendam o uso de filtros nas máscaras, como guardanapos e filtros de café, portanto o indicado é utilizar somente tecidos. Veja:

Como colocar e retirar

Para garantir que a máscara não estará contaminada ao entrar em contato com o rosto, é necessário estar com as mãos devidamente higienizadas – ou seja, lavada com água e sabão ou desinfetadas com álcool 70%.

Ao colocar a máscara, é preciso certificar-se de que ela cubra bem tanto o nariz quanto a boca e seja posicionada diretamente nesta região (e não sobre os olhos ou testa e depois arrastada para baixo, por exemplo).

O acessório deve ser sempre manuseado pelo elástico, tanto na hora de colocar quanto ao retirar do rosto, e nunca com toque direto no tecido. Faz-se necessário também higienizar as mãos antes de retirar a máscara, para garantir uma maior proteção. Imediatamente após o uso as máscaras devem ser lavadas.

Como higienizar

A higienização pode ser feita tanto com água sanitária quanto com água e sabão, depois de lavas e secas elas ficam prontas para serem usadas novamente, incluisive as máscaras feitas com TNT.

Quando usar

A máscara deve ser usada sempre que precisar sair de casa, saia com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja quando precisar trocar. Após duas horas de uso, é necessário trocar a máscara. O mesmo vale para quando ela ficar molhada devido a tosse, espirro, fala ou respiração.

Uma vez que você estiver com a máscara, não mexa mais nela e nem tire da frente da boca para falar. Também não se deve tocar diretamente o tecido – caso faça isso, troque a máscara. Isso porque esta forma incorreta de manusear o acessório pode torná-lo um vetor de transmissão ao invés de proteção.

Com informações de VIX

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.