Menina que nasceu sem as mãos é bicampeã em concurso de caligrafia nos EUA

Portal Raízes

Desafiar os limites e superar as dificuldades é a realidade de muitos, e se alcançar os objetivos apesar das dificuldades for uma definição de superação, então com certeza a história de Anaya Ellick irá te encher o coração.

Anaya nasceu sem as duas mãos e nunca se adaptou ao uso de próteses, que segundo ela, lhe atrapalhavam para as mais diversas tarefas. Hoje com 9 anos, ela aprendeu e desenvolveu técnicas para conseguir realizar várias atividades, como desenhar e escrever.

Em um concurso de caligrafia “Nicholas Maxim para Excelência em Caligrafia Cursiva”, Anaya superou outros 50 alunos de diversas escolas do país, para conquistar o certificado, o troféu e o prêmio de 1 mil dólares. Essa é a segunda vez que ela vence o concurso, e com toda certeza virou inspiração para muitas pessoas.

“O merecido primeiro lugar de Anaya nos lembra o que a determinação e o trabalho duro podem alcançar. Estamos bastante orgulhosos dela e de suas realizações. Parabéns Anaya por sua conquista, você inspira a todos!”, disse o post oficial da escola comentando seu feito.

O Nicholas Maxim é parte da competição nacional de caligrafia Zaner-Bloser, premiando em caligrafia os alunos com algum tipo de necessidade especial.

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.