O ano em que você nasceu lhe dirá sua missão da alma e destino

Portal Raízes

Missão da alma e destino: em que signo você tem o Nodo Norte da Lua?

O mapa de nascimento nos lembra nosso nome estelar e nos ajuda a reconhecer nossa missão de vida. Ao entender isso, somos guiados na jornada de nossa alma. A astrologia nos encoraja a desenvolver as atividades em que nos sentimos bem e nos movemos com fluência. Em qualquer campo em que trabalhamos, ajuda a cultivar sensibilidade e aceitação de nós mesmos e de outros. Nossa missão de vida é revelada nas atividades em que percebemos que nossas feridas estão curando. Ao mesmo tempo, neste processo, ajudamos a curar os outros.

Nossa missão é servir a vida, reativar a confiança onde o medo apareceu e ajudar o ambiente a florescer onde quer que esteja. Quando nosso ambiente floresce, nós florescemos também. A famosa “missão da vida” está mais associada ao que conseguimos produzir em outros do que pelo material pessoal exclusivo ou benefício econômico. Encontrar a missão de alguém sugere parar de reverter o bem-estar de alguém para descobrir uma sensação de solidariedade na própria existência.

Ao interpretar um mapa astral, estamos interpretando a pontuação celestial de nosso ser. Acessamos um mapa de estrelas cheio de símbolos que desvendam a melodia da própria alma. Nesta sinfonia celestial, encontramos uma alegoria da nossa missão de vida: o Nodo Lunar Norte.

Descubra em que signo está o seu Nodo norte, através da sua data de nascimento, na tabela abaixo:

Nodo Norte em Áries:

A sua missão de vida é encorajar todos a assumir o risco para o si próprio, ser pioneiro e vanguardista, permitindo que os outros sejam corajosos em suas próprias decisões.

Nodo Norte em Touro:

Sua missão de vida é aprender a confiar em seu próprio poder e gerar recursos pessoais, permitindo também ao resto ativar seus talentos pessoais.

Nodo Norte em Gêmeos:

Sua missão de vida é aprender a explorar variáveis, fazer-se novamente perguntas, ser um veículo de comunicação e encontro, permitindo também que seu ambiente aceite novas maneiras de entender as coisas.

Nodo Norte em Câncer:

Sua missão de vida é aprender a se conectar com sua própria vulnerabilidade para desenvolver um recipiente e espaço sensível, permitindo também, em seu ambiente, novos níveis de ternura e amor.

Nodo Norte em Leão:

Sua missão de vida é confiar em sua criatividade pessoal para comprometer seu coração a enfrentar uma vida mais genuína, permitindo também ao resto confiar em ser legítimo e expressivo.

Nodo Norte em Virgem:

Sua missão de vida é desenvolver razão e ordem, aprender a colocar palavras na sua intuição para dar ao seu ambiente sua grande capacidade de compreender os labirintos da alma humana.

Nodo Norte em Libra:

Sua missão de vida é aprender a acompanhar a marcha do outro, ser mediador de conflitos e ter excelente audição, permitindo que o resto vença a soledade.

Nodo Norte em Escorpião:

Sua missão de vida é desenvolver a confiança em compartilhar sabendo que, com os outros, sua própria força é ativada, permitindo também o resto das capacidades de poder desconhecido.

Nodo Norte em Sagitário:

A sua missão de vida é encontrar confiança no sentido espiritual, permitir o otimismo do restante e nas respostas transcendentes, tornar-se professor de vida.

Nodo Norte em Capricórnio:

Sua missão de vida é tornar-se um objetivo e trabalhador para se comprometer com um mundo real, ser pragmático e solidário, permitindo também que outros possam sustentar e gerar.

Nodo Norte em Aquário:

Sua missão de vida é superar a necessidade excessiva de aprovação externa para incentivá-lo a perder-se na criatividade do grupo, para saber que cada vez que você se entrega ao trabalho em equipe, seu próprio coração está energizado.

Nodo Norte em Peixes:

A sua missão de vida é incentivar a ressoar com a sua sensibilidade, a superar o seu desejo excessivo de compreender de forma racional para permitir ao seu ambiente maior intuição e percepção emocional.

Com informações de: El Librero de Gutenberg

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

COMENTÁRIOS