“Parem de criar perfis com o meu nome”, desabafa padre Fábio de Melo

Portal Raízes

Nesta terça-feira (23), o padre Fábio de Melo desabafou com seu público nas redes sociais pedindo para que não usassem seu nome e sua imagem. Ele informou que as páginas que usam seu nome, e fotos, confundem as pessoas que muitas vezes estão passando por dificuldades e buscando uma palavra de consolo, que acabam acreditam que tais perfis são realmente dele e que estão falando diretamente com ele.

“Pessoas criam comunidades e perfis com meu nome, gerando muita confusão nas pessoas. Queria pedir encarecidamente – pessoas fazem porque gostam de mim, têm carinho por mim – mas deixem meu nome pra eu usar. Cada vez que você usa meu nome, você cria confusão na cabeça de pessoas mais simples, que não entendem que é uma página de homenagem, que não é uma página minha”.

“Um padre sempre vai ser procurado com muita expectativa. As pessoas procuram por mim para dizer coisas que não diriam a qualquer pessoa. Então, isso é muito perigoso. Sei que existem pessoas que criaram perfil do Enzo, meu cachorrinho, tem muita gente que conversa com Enzo em particular achando que está conversando comigo. Isso não é honesto, minha gente, não é honesto”, completou o padre.

“Tem admiração por mim? Não precisa criar página em meu nome, não. Eu já tenho as minhas. Não usem meu nome. Não confunda a cabeça das pessoas. ‘Ah, mas deixo claro lá’. Nem todo mundo lê. A partir do momento que só tem foto minha, só tem texto meu, só tem vídeos meus, pessoas se confundem achando que estão falando comigo. Por gentileza, não façam isso. Vocês não fazem ideia do número de situações difíceis, pesadas, que chegaram pra mim, de outras pessoas, que pensavam que conversavam comigo. Muitas, mas muitas!”.

“Quem tem página em minha homenagem, mude o nome. Use seu rosto, sua identidade, não fique usando o meu. O meu tenho cuidado muito pra que eu possa chegar ao coração das pessoas da maneira mais honesta, sem criar expectativas que não posso cumprir. Pediria muito que você respeitasse isso, que é uma opção minha. Muito obrigado”.

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você. Siga-nos também no Instagram e Youtube.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.