Qualidade do sono que você tem hoje pode causar doença temida daqui 30 anos

Portal Raízes

Não há como mensurar com precisão os impactos da era digital na qualidade do sono das pessoas. Mas uma coisa é certa, as novas tecnologias modificaram nossa forma de interagir com o mundo e, com certeza, influenciou também nossa forma de dormir.

A insônia é um problema que se tornou muito comum na sociedade atual. O que muitos não sabem é que esses problemas para adormecer têm sérios efeitos em relação à nossa saúde futura.

Dormir mal aumenta riscos de doenças

Proteínas acumuladas

Um estudo publicado na revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências (PNAS) garante que uma única noite de sono de má qualidade pode levar ao aumento da proteína beta-amilóide, associada a origem da doença de Alzheimer. Essas proteínas se acumulam em placas que impedem a comunicação entre as células cerebrais. Em último caso, esses neurônios morrem como resultado do acúmulo de proteínas e o cérebro é impedido de funcionar adequadamente.

Bom sono é fundamental

A pesquisa levou em consideração a análise de 20 pessoas saudáveis, entre 22 e 72 anos de idade, que não tomavam medicação ou tinham histórico de distúrbios cerebrais. Eles foram convidados a passar duas noites no laboratório. Em noite eles eram estimulados a dormir bem e na outra não podiam dormir. No dia seguinte, observou-se um aumento nos níveis da proteína em 19 das 20 pessoas.

Os resultados corroboram com a recomendação, já conhecida, de que uma boa noite de sono é essencial para saúde.

Fonte: Vix

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.