Os cabelos brancos estão na tendência das mulheres livres da pós-modernidade e cada vez mais mulheres optam por deixar de pintar as madeixas para assumir uma cabeleira prateada, livrando-se da escravidão das convenções estéticas baseadas no culto à eterna juventude. Mas, por favor mulheres, não quebrem um paradigma e construa outro, do tipo: ah, mas cabelo branco só combina com quem é estilosa; para ficar com o cabelo branco tem abusar dos acessórios e da maquiagem… Nada disso, a moda genuína é aquela que te liberta. Que faz com que você se sinta à vontade, confortável e, dane-se, o que pensa os demais. Só você sabe quantos cingidos há nos seus vestidos, quantos calos há nos seus pés.

Liberte-se, mulher! Se você precisa passar horas num salão, horas sob o sol, horas na academia para receber atenção do seu objeto de desejo, se só assim ele demonstra interesse por você, ora, que tortura!, livre-se dessa criatura, sabendo de antemão que o que mais importa nesta vida é sentir-se em paz consigo mesma. Como escreveu Florbela Espanca:  Não há homem, por melhor que seja, que valha um fanatismo.

Abaixo 8 famosas que optaram pela revolução grisalha:

A tendência de assumir o cabelo branco chegou à Europa vinda dos Estados Unidos e se popularizou há alguns anos: mulheres de 30, 40, ou mais anos, expressaram em sites como “Revolution Gray” (Revolução Grisalha) o fato de estarem fartas de se submeter a pinturas regulares e sofrer com os produtos químicos.

1 – Sophie Fontanel – Escritora

Sophie Fontanel

Escritora e jornalista especializada em moda, Sophie Fontanel decidiu há dois anos dar adeus à tintura e deixar seu cabelo ficar naturalmente branco. Para ela, trata-se, antes de mais nada, de uma questão estética. Ela reivindica o lado militante de sua opção e, por isso, resolveu converter a própria experiência em algo interativo, ao postar regularmente fotos dos vários estágios de crescimento de seus cabelos brancos.

“Sabia que geraria interesse, mas não a tal ponto! Recebo uma grande quantidade de mensagens em privado que me dizem: ‘olha, também fiz isso’. E me dou conta de que inspirei muitas outras mulheres”, comemora.

 

2 – Kristen McMenamy – Modelo

Kristen McMenamy

Na moda, alguns nomes abriram caminho. A americana Kristen McMenamy, modelo dos anos 1990 conhecida por seu estilo andrógino, resolveu assumir os cabelos grisalhos aos 40 anos. Também conquistou estrelas como Lady Gaga e Rihanna, que pintaram seus cabelos com esse tom.

3 – Maye Musk – Modelo

Maye Musk

Maye Musk é uma modelo e nutricionista canadense–sul-africana. Ela atua como modelo por 50 anos, aparecendo em capas de revistas, incluindo a Time.

4 – Tatiana de Rosnay – Escritora

Escritora Tatiana de Rosnay, diz que sofreu várias críticas quando resolveu assumir os fios brancos

E a pressão social continua sendo muito forte: a escritora Tatiana de Rosnay contou à Paris Match, em 2016, que foi vítima de deboches quando deixou de pintar o cabelo.

5 – Samara Felipo – Atriz

Samara Felipo

A atriz compartilhou muito do que sentiu ao assumir seu cabelo natural. Dona de muito charme e beleza, ela deixou claro que não foi algo totalmente tranquilo lá no início, mas que a transformação ajudou e muito na sua própria aceitação. Na época, ela deixou uma importante mensagem para os seus seguidores: “Metendo o pé na porta e quebrando o padrão e as crenças de quem acha que cabelo grisalho é relaxamento, desleixo, envelhecimento. Pra quem tem, é só mais uma opção”.

6 – Glória Pires – Atriz

Glória Pires

Quando resolveu assumir as madeixas brancas, Gloria Pires revelou que nem todo mundo de sua família achava uma boa ideia… Em entrevista ao jornal O Globo, contou que a sua nova versão incomodou algumas pessoas, mas que isso não a fez voltar atrás. “Todo mundo foi contra, o marido, os filhos. Mas fui ficando. E estou adorando. Estou me sentindo bem, bonita, empoderada mesmo”, explicou a atriz.

7 – Jamie Lee Curtis – Atriz

James Lee Curtis

A atriz Jamie Lee Curtis é famosa por sua voz grave, pelas pernas perfeitas e pelo trabalho filantrópico com hospitais infantis, além dos vários filmes dos quais participou, é claro, O cabelo branco espetadinho também é sua marca registrada.

8 – Fafá de Belém – Cantora

Fafá de Belém – Foto/Divulgação Instagram

“Existe o preconceito muito mais de mulheres do que homens. Nas lives, recebo uns ‘pinta esse cabelo’, ‘está parecendo uma bruxa’, ‘uma velha.’ Bicho, uma bruxa, todos nós somos. E envelhecer é o nosso caminho. Eu me acho linda. A obrigação de você ter que parar para observar se tem uma raiz branca… é muito mais dos outros do que a gente. Tudo são convenções. Posso um dia resolver pintar o cabelo, mas toda a semana ter que fazer a raiz, não… É uma liberdade conquistada”, diz Fafá de Belém.

E você deixaria as pinturas de lado para assumir os fios brancos? Compartilhe conosco a sua experiência.

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.