Richard Gere leva comida a navio humanitário no Mediterrâneo

Portal Raízes

Nesta sexta-feira (09/08), o ator norte-americano Richard Gere levou comida e água ao navio da organização não-governamental (ONG) espanhola Open Arms, que está à espera de autorização para aportar e desembarcar 121 migrantes resgatados no Mediterrâneo há uma semana.

“Finalmente, uma pequena boa notícia. Chegam alimentos ao #OpenArms e temos um companheiro de tripulação excecional, #RichardGere”, elogiou a organização,  na rede social Twitter, onde divulgou fotos nas quais se vê o ator e ativista a levar comida e provisões ao navio humanitário.

A estrela de cinema partiu da ilha italiana de Lampedusa, tendo afirmado estarem “todos bem” depois de subir a bordo do navio humanitário e ser cercado por um grupo de jovens migrantes.

“As pessoas que vemos neste navio estão aqui por causa do trabalho que a Open Arms desenvolve e a coisa mais importante para quem aqui está é chegar a um porto, sair do barco, pisar terra e começar uma nova vida”, defendeu.

Richard Gere pediu apoio para que a Open Arms possa continuar a ajudar “estes irmãos e irmãs” que fogem de África à procura de um futuro na Europa.

Em águas internacionais, a Open Arms espera há mais de uma semana receber a autorização para desembarcar em algum porto seguro para pôr a salvo 121 migrantes resgatados no mar em duas operações diferentes.

Tendo o primeiro resgate ocorrido na quinta-feira, 01 de agosto, quando 55 imigrantes, incluindo dois bebês e uma mulher grávida, foram socorridos de um barco prestes a naufragar, explicou o fundador da ONG, Oscar Camps.

O segundo resgate foi realizado na noite do dia seguinte e foram socorridas 69 pessoas, incluindo duas crianças e duas mulheres grávidas, uma das quais “de nove meses e já com contrações”.

O navio está em águas internacionais, perto da ilha italiana de Lampedusa, mas o destino deles ainda é incerto, já que tanto a Itália quanto Malta rejeitaram os pedidos de desembarque.

O ministro italiano do Interior e líder da extrema-direita, Matteo Salvini, mantém há várias semanas os portos fechados às ONG, a quem acusa de favorecer a imigração ilegal.

Salvini, que abandonou na quinta-feira a coligação que governava a Itália desde 2018, já garantiu que não permitirá que o navio Open Arms entre em águas italianas.

O parlamento italiano aprovou recentemente um decreto promovido por Salvini, que permite requisitar os navios das ONG que violem a proibição de entrar em águas italianas e que prevê multas de até um milhão de euros.

Na Espanha, a cidade de Valência ofereceu-se para acolher o barco e a comunidade da Extremadura mostrou-se aberta receber os migrantes. No entanto, precisa de autorização do Governo de Madrid, que em janeiro proibiu a Open Arms de retomar as buscas ativas de embarcações em perigo no Mediterrâneo central.

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.