Cientistas comprovam que os Shih Tzu entendem cada palavra que dizemos

Portal Raízes

Shih Tzu é uma raça de pequeno porte, de cães de colo e pouca atividade com origem no Tibete. Seu peso varia entre 4.5–8.6 kg quando adultos, e geralmente sua pelagem possuí múltiplas cores.

Você sabia que os cães shihtzu podem entender um idioma pela pronúncia e pela entonação? É a mais pura verdade!

Na revista Science foi publicada por cientistas um estudo que os shihtzu utilizam as mesmas áreas do cérebro que os humanos para reconhecer as palavras.

Nessa estudo foram utilizados 13 cães que foram ensinados a permanecer quieto no momento da ressonância magnética. Durante o processo, eles ouviam as vozes de seus tutores.

Foram utilizadas uma seleção de expressões animadoras numa entonação positiva e com um tom de voz normal. A mesma experiência foi realizada com palavras neutras.

Ocorre que no hemisfério esquerdo do cérebro de diferenciar as palavras, não importa a entonação usada.

A conclusão é isso quer dizer que os cães são capazes de perceber as palavras, tanto as positivas quanto as neutras, pronunciadas em qualquer entonação, entendendo exatamente o seus significados.

No mesmo momento, o hemisfério direito compreende o tom de voz e proporciona mais emoção àquilo que nossos shihtzu escutam.

Um dos autores do estudo Atilla Andics, explica: “Esta pesquisa mostra que o cérebro de um shih tzu não apenas analisa o que dizemos, mas também unifica dois tipos de informação para chegar a um só significado”.

Agora que você já sabe, capriche no diálogo com seu shihtzu!

Fonte: Shih Tzu Brasil

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.