A primeira coisa que você identificar nesta imagem dirá como está seu relacionamento

Portal Raízes

Se alguém nos pergunta como estamos em um relacionamento, provavelmente diríamos “Bem”, contudo, se realmente quiséssemos explicar, nos perderíamos em detalhes ou tentando dar uma resposta adequada ao contexto em que nos encontramos. Contar uma relação complexa de maneira neutra e objetiva nos faz nos livrar de todos os tipos de preconceitos e moralidades. Por esta razão, hoje, trazemos a possibilidade de usar um teste psicológico simples baseado em uma interpretação de uma imagem para que você saiba como anda realmente o seu relacionamento.

Embora haja um estudo psicológico baseado na resposta dada, as interpretações podem variar de acordo com cada pessoa que o faz, e pode ser que não sejamos sinceros, que vejamos ambas as opções de forma igual ou que não decidimos por nenhuma delas. Não hesite e sempre dê a primeira resposta que passou pela sua mente. Então certamente você se aproximará de sua própria personalidade e não do que outros esperam ouvir de você.

O teste psicológico

Para resolver este teste psicológico, você deve se concentrar na primeira coisa que cruza sua mente. Concentre-se em você, não no que te inspira, o que isso transmite para você ou se a combinação está correta ou não. As duas respostas possíveis estão nas páginas seguintes. Claro, existe a possibilidade de que haja mais interpretações pessoais, então sinta-se livre para ir além e não se desanime se não ler o que espera.

Tenha em mente que só analisaremos a maneira como você se comporta durante seus relacionamentos, sem implicações morais, íntimas ou pessoais. Portanto, é importante ser completamente honesto ao escolher a figura, porque se mudarmos a opção de trapaça, o teste não terá qualquer credibilidade. Claro que você é livre para pensar sobre a validade deste teste e recomendamos que você mantenha sua escolha pessoal se você ver que ela não corresponde ao que oferecemos. Confira a imagem a seguir:

1 – Mulher nua

Se a primeira coisa que você viu é o corpo de uma mulher nua, você está com sorte. Você encara sua vida como um casal de forma apaixonada e desenfreada, sem se basear na maneira como outros julgam suas ações. Você simplesmente se concentra em viver as experiências que lhe são oferecidas e as aceita como elas são. Você é uma pessoa muito intensa, no bom senso da palavra, então você sempre gosta de aproveitar 100% das possibilidades que aparecem em sua vida.

O único problema é que você geralmente usa respostas dicotômicas para suas classificações, que existe apenas algo ou bom ou ruim e que perde toda a variação. O lado positivo é que, se alguém gosta de você, essa pessoa fará todo o possível para se manter ao seu lado, sem que ninguém possa interpor. Você é o arquétipo do lutador feroz. Um presente para aqueles que te ama e um pesadelo para quem te odeia.

2 – Ponta de caneta

Se o que você viu foi a ponta de uma caneta, sem dúvida você é alguém que não gosta de rodeios. Você é uma pessoa sincera, que fala o que pensa, ousada e apaixonada. Você não pode suportar a mentira ou a manipulação em sua vida, então você não a pratica nem tolera mentiras de qualquer pessoa à sua volta. Isso te torna uma pessoa necessária no seu círculo de amizade, sempre sendo considerada como uma pessoa em que se pode confiar em qualquer situação problemática.

O outro lado da moeda é que nem todos são como você. Infelizmente, há pessoas com más intenções que acabam prejudicando você e se aproveitando da sua boa vontade. A chave para sobreviver ao seu lado é fugir de mentiras. Esse tipo de personalidade geralmente tem boa sorte quando se trata de sentir o afeto, o carinho, a gratidão e o amor sincero daqueles que te amam.

Fonte: Para os curiosos

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.