Edson Arantes do Nascimento, o famoso Rei Pelé, faleceu nesta quinta (29). Aos 82 anos, Pelé estava internado desde o dia 29 de novembro no hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP).

Com uma infância pobre na cidade mineira de Três Corações, Pelé decidiu que viraria jogador de futebol após ver seu pai, seu Dondinho, chorar com a derrota brasileira para o Uruguai na copa de 1950. Assim, Pelé prometeu a ele que ganharia uma Copa do Mundo. Ele venceu três.

Devido a seu reconhecimento mundial de melhor jogador de futebol, muito se questiona acerca da fortuna acumulada por Pelé durante sua vida. No entanto, não há informações exatas acerca de seu patrimônio. A especulação é de que a fortuna gire em torno de R$ 80 milhões, somando imóveis, investimentos e o faturamento de sua empresa. De acordo com os jornais da época, o camisa 10 da seleção ganhava CR$ 2 milhões mensais em 1961, cerca de R$ 70 mil.

Problemas financeiros e autuação da Receita Federal

Durante a década de 60, Pelé já ganhava altos valores com contratos profissionais com o Santos e publicidades. No entanto, foi enganado por seu empresário da época, conhecido como Pepe Gordo, perdendo dinheiro em diversos investimentos suspeitos.

Dessa forma, Pelé chegou a ser autuado pela Receita Federal durante o governo Militar, em que precisou pedir ajuda financeira a João Havelange, presidente da Confederação de Desportos (CBD) da época. Posteriormente, o jogador pediu auxílio também da Fifa.

Reconhecimento da filha

O Pelé teve três casamentos e deixou sete filhos reconhecidos. No entanto, uma delas teve que entrar na Justiça para conseguir um teste de paternidade, em 1991. Sandra Regina foi confirmada como filha de Pelé um ano depois, sendo fruto de um envolvimento entre o jogador e a ex-empregada, Anízia Machado.

No entanto, mesmo com o teste confirmando sua paternidade, Pelé preferiu não se aproximar da filha, que veio a falecer em 2006. Assim, os dois filhos de Sandra entraram na justiça e conseguiram o direito de receber uma pensão do avô, no valor de R$ 4.746 (atuais R$ 10.250,17 corrigidos) para cada em 2013.

O ex-jogador chegou a deixar claro publicamente que o seu não reconhecimento se deu porque tanto a Sandra, quanto o seu marido desde o início deixaram claro que queriam a parte que cabia a Sandra na herança e essa fala era uma constante. Ainda assim, Sandra nutria o desejo que seus filhos conhecessem o avô.

Dessa forma, um dia antes de Pelé falecer, a outra filha do atleta, Kely Nascimento, convidou os filhos de Sandra para visitarem o avô no hospital. Assim, os netos passaram por cima de todas as mágoas e foram se despedir de Pelé no hospital em que ele estava internado.

Visita dos netos não reconhecidos

Gabriel Arantes do Nascimento e Octávio Felinto Neto foram visitar Pelé no Hospital Albert Einstein na quarta (28), em São Paulo. De acordo com Octavio, o contato com o avô era um sonho de Sandra. “Errar e acertar fazem parte da nossa vida, nem tudo é mil maravilhas, toda família tem brigas e rusgas, a nossa não é diferente, mas há momentos que a união e o amor são mais importantes do que qualquer coisa”, afirmou o rapaz em uma publicação.

Além disso, Octavio ainda declarou: “Agradeço a Deus por ter proporcionado esse momento, pois era o que minha mãe mais sonhava, tem coisas que uns plantam e outros colhem e nós estamos colhendo”.

Ao todo, Pelé teve sete filhos, frutos de três relacionamentos.

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.