perguntas que podem salvar

16 Perguntas que podem salvar a vida do seu filho

Portal Raízes

Para evitar problemas sempre é bom que seu filho conheça algumas regrinhas de segurança. Juntamos algumas e fizemos uma lista de perguntas que você pode fazer a ele. Confira, veja o que ele vai responder e ensine-o que sempre é melhor prevenir do que remediar.

Perguntas:

  1. O que você faria se seus pais estivessem ausentes e alguém tentasse abrir a porta da sua casa?
  2. Você aceitaria o doce que um estranho lhe ofereceu?
  3. O que você faria se a tomada começasse a queimar e não houvesse mais ninguém em casa além de você?
  4. Um adulto estranho está pedindo ajuda. Você deve ajudá-lo?
  5. O que você deve fazer se estiver sendo ameaçado por cães perigosos?
  6. Se alguém da sua idade te convidar para ir à casa dele você deve ir?
  7. O que você deve fazer se sentir cheiro de gás na casa?
  8. Se você estiver esperando o elevador e algum estranho chegar, você deve entrar no elevador com ele?
  9. O que você deve fazer se perceber que está sendo observado ou perseguido por alguém?
  10. Se você estiver sozinho em casa, quem você pode deixar entrar?
  11. O que você deve fazer se um estranho o abordar e não quiser deixar você ir embora?
  12. O que você deve fazer se se perder entre muitas pessoas?
  13. O que você deve fazer se estiver na rua no meio de uma tempestade?
  14. O que você deve fazer se alguém estiver ameaçando você ou sua família na internet?
  15. Seus amigos querem que você brinque com eles em um local perigoso. Você iria?
  16. Você pode tomar medicamentos do kit de primeiros socorros quando seus pais não estiverem em casa?

Respostas esperadas para esses perguntas:

  1. A criança está sozinha em casa e um estranho tenta entrar. É necessário que, em primeiro lugar, ela ligue para os pais e, depois, para o serviço de emergência. A conversa com um especialista pode ser longa e, enquanto isso, os pais podem ligar para um vizinho que conhecem e avisá-lo.
  2. Não se deve aceitar comida, brinquedos ou qualquer outra coisa de estranhos. Ensine ao seu filho que ele pode aceitar a generosidade de uma vizinha, mas não de qualquer pessoa.
  3. Se há perigo de incêndio em casa quando os pais não estão é preciso sair da zona afetada e ligar para a emergência. Enquanto os bombeiros vão até o local, a criança precisa ligar para um vizinho. Tentar apagar o fogo sozinha é proibido.
  4. Se, na rua, um desconhecido pedir ajuda, a criança deve negar. É importante responder com clareza e rapidez e, depois, ir embora. Se uma pessoa realmente precisar de ajuda, ela vai procurar um adulto em primeiro lugar.
  5. Animais. O mais importante em uma situação como essa é manter a calma e não provocar um ataque mais agressivo. Não devemos olhar nos olhos de cachorros agressivos, mas podemos distrair a sua atenção com qualquer objeto, por exemplo um boné ou um caderno. Jogue cuidadosamente o objeto para o lado e saia lentamente, sem dar as costas para os cachorros. 
  6. Ensine ao seu filho que ele não pode entrar na casa de pessoas desconhecidas. Mesmo se a pessoa estranha disser que é um amigo de família. Além disso, também é proibido visitar a casa de crianças da mesma idade que não conhecemos.
  7. A criança deve abandonar imediatamente o apartamento e procurar um vizinho para que chamem os bombeiros.
  8. Entrar em um elevador com estranhos está proibido. Ensine ao seu filho a dizer ’não’ se alguém insistir. Em uma situação como essa, a criança pode dizer que está esperando alguém que está prestes a chegar.
  9. A decisão correta nessa situação é entrar em um supermercado, um cabeleireiro ou qualquer edifício público. Uma vez dentro, a criança deve ligar para os pais.
  10. Não devemos abrir a porta para estranhos. Parece que todo mundo sabe disso, mas comprove que seu filho entendeu todas as partes desta regra. Algumas crianças acham que o perigo sempre é um homem, mas uma senhorinha simpática ou uma linda mulher também podem ser perigosas.
  11. E se algum estranho segurar o seu filho? A ação correta é chamar a atenção de quem estiver ao lado. A criança pode gritar, lutar e, se for necessário, pegar uma pedra e quebrar uma janela. O prejuízo, nesse caso, compensa. 
  12. Se de repente a criança se perder na multidão é preciso manter a calma. É necessário ir devagar para os lados da multidão, mas nunca na direção contrária a ela. Se a criança estiver com um adulto conhecido, ela deve ir nos ombros dele.
  13. Se a criança estiver na rua e uma tormenta começar, a primeira coisa que ela deve fazer é encontrar um abrigo seguro. Ela pode entrar em uma loja, por exemplo. Se isso não for possível, ela pode ficar embaixo de uma árvore baixa em um parque. Ela não deve ficar ao lado de estruturas metálicas, árvores altas e carros. O maior perigo está no relâmpago que vem logo após o trovão.
  14. A criança não deve ceder a ameaças. Se ela perceber algo do tipo, deve falar imediatamente com os pais ou responsáveis. É tarefa deles estabelecer uma relação de confiança com a criança sem invadir o seu espaço pessoal.
  15. Uma situação atípica para quem vive em um país tropical, mas é sempre bom alertar: nunca devemos parar sobre um rio congelado!
  16. Explique para o seu filho o perigo de tomar um medicamento errado. Mesmo se ele souber os efeitos de determinado remédio, é proibido tomar medicamentos sem a presença dos pais. Nesses casos, a criança deve ligar para um adulto responsável antes de tomar qualquer decisão.

Ensine ao seu filho algumas regras de segurança e evite maiores problemas. Ele deve saber como agir em situações perigosas e estar sempre atento, sem deixar de viver a melhor época de sua vida: a infância.

Fonte: Incrível
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

COMENTÁRIOS