5 dicas para lidar com pessoas nervosas e verbalmente agressivas

Todos nós precisamos, no decorrer da vida, lidar com pessoas complicadas, daquelas que são muito agressivas. As agressões surgem quando há um conflito no qual alguém sente a necessidade de proteger seus próprios interesses ou de lutar para conquistar algo. E muitas vezes isso acontece às custas dos outros. Ou seja, é algo muito mais comum do que se pode imaginar.

Você pode reconhecer uma pessoa agressiva quando:

  • Ela lhe interrompe ou fala alto demais, não deixando que você fale.Não aceita seu ponto de vista, querendo se impor.
  • você sente que o outro está invadindo seu espaço pessoal.
  • A interação com aquela pessoa, de forma geral, lhe deixa tenso.
  • Você se sente emocionalmente esgotado e sem energia depois de interagir com ela.Aplique as 5 dicas a seguir para lidar com a agressividade.

    Mantenha a calma

    Combater fogo com fogo só irá piorar as coisas, estimulando a agressividade do outro. Confira alguns conselhos para manter a calma caso sinta que já está tremendo de raiva:

    • Respire fundo.
    • Tome um copo d’água, mexa no celular ou faça qualquer coisa que reduza a tensão que está sendo criada naquele momento.
    • Pense que irá se arrepender por todas as coisas ditas com raiva.

    Destaque a irritação do seu interlocutor

    Dê nome aos bois. Não continue a conversa como se ela não estivesse te incomodando. Você deve fazer com que seu interlocutor veja que está sendo agressivo, mas usando uma afirmação de empatia, em vez de irritá-lo ainda mais. Evite palavras acusatórias que se refiram diretamente a sua pessoa (’você’, ’o seu’) e use frases como estas:

    • Não precisa se estressar, nós resolveremos/encontraremos uma forma de resolver.
    • Você pode falar mais baixo, por favor?
    • Desculpa, mas posso falar algo que acho que é importante/que pode ajudar?
    • Entendo que isto pode ser estressante/frustrante.

    Se você fizer isso a tempo, ajudará que seu interlocutor agressivo tome consciência do que está fazendo. Como resultado, pode fazer com que a pessoa escute com mais atenção aquilo que você diz.

    Exercite a empatia

    Coloque-se no lugar do outro e tente entender por que ele se comporta de forma tão agressiva. A agressão é uma reação natural para proteger ou acalmar algo. Tente considerar os seguintes fatores:

    • O que seu interlocutor tem a perder? (tempo, dinheiro, amigos e família, status social, reputação, etc.)
    • Como você se sentiria se estivesse em tal situação?
    • Será que existo algo mais na vida desta pessoa que a deixa tão suscetível e explosiva?

    Seja assertivo

    Pode soar contraditório que você deva ser tanto empático quanto assertivo, mas uma coisa não exclui a outra. Entender a postura da outra pessoa não quer dizer que você deva permitir que ela seja agressiva.

    • Controle sua voz e mantenha-se calmo. Isso irá mostrar sua confiança e não instigará seu interlocutor a falar de forma mais forte que você.
    • Defenda sua posição e não permita que a outra pessoa monopolize a discussão. Expresse sua opinião.
    • Seja respeitoso e peça respeito em troca.
    • Se o nível de agressão começa a aumentar, responda com mais força e assertividade, para mostrar que sua tolerância está diminuindo.

    Mantenha o foco

    Se você se deixar levar pelas emoções, o assunto em questão irá se perder e você pode até acabar esquecendo de como a discussão começou. Mantenha o foco da conversa em coisas e dados importantes. Assim, irá ajudar o outro a ser razoável. Por exemplo:

    • A única coisa que importa é que…
    • Daqui a alguns anos, você irá lembrar desta situação e rir dela.
    • Tente fazer com que seu interlocutor dê risadas. Isso irá desarmá-lo totalmente.
COMPARTILHAR
Portal Raízes
Raízes Jornalismo Cultural - Portal, Revista Impressa e Programa de Televisão




COMENTÁRIOS