Pascal Campion

Assim devem ser os relacionamentos: calorosos, divertidos e espontâneos

Thalitha Miranda

O amor é algo maravilhoso. Do primeiro encontro até o último suspiro é um sentimento é mágico. E são as pequenas coisas que fazem da felicidade algo tangível, ao ponto de poder abraçá-la e dançar com ela. Assim como mostram as ilustrações de Pascal Campion.

Temos a certeza de que o amar é:

Sentir um pouco de timidez ao ser apresentado àquela pessoa.

Não conseguir controlar a paixão depois dos primeiros encontros.

É pensar quando o primeiro beijo irá acontecer.

Esquentar-se perto da lareira e embaixo do cobertor em um dia frio.

Sorrir e brincar durante o café da manhã. E tomar cada vez mais café da manhã juntos.

Não se importar com o frio e aguentar mais um pouco só para ficar mais tempo com aquela pessoa especial.

E depois passar horas se despedindo.

Surpreender-se todos os dias.

Agir como bobos e brincar juntos.

Chegar em casa e brincar um pouco mais.

Tentar gostar dos pais dele(a).

E, depois de alguns anos, se alegrar com os reencontros como se fosse a primeira vez.

Jantar em família.

Esquecer-se da rotina.

E aproveitar o fato de que seus filhos crescem tão felizes quanto vocês permitiram.

FONTEIncrível Club
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Thalitha Miranda

Thálitha Miranda, designer gráfico. Diz que nunca consegue tomar uma decisão que seja para sempre, mas adora tatuagens. Tatuagem é pra sempre?


COMENTÁRIOS