Ele não fazia ideia de que estava sentado ao lado das “crianças” que ele salvou na guerra

Emocionante: um programa da TV Britânica encheu o auditório com as crianças que um dia foram salvas por Nicholas Winton, conhecido como o Schindler britânico. E ele não fazia a mínima ideia de que estava sentado ao lado delas.

Enquanto Schindler organizava o resgate, o boato de que havia um homem ajudando as crianças em Praga se espalhou, ficando conhecido como “o Britânico da Rua Wenceslas”. Isto levou diversas famílias a procurar por sua ajuda, tentando incluir seus filhos em sua lista na tentativa de salvar suas vidas. Durante os nove meses seguintes, ele conseguiu evacuar 669 crianças, por um trem que seguia de Praga para Londres. Ao total foram oito viagens. Um nono trem com 250 crianças deveria ter partido em setembro de 1939, mas este foi o dia em que o Reino Unido declarou guerra contra a Alemanha. O trem não saiu da estação e as crianças jamais foram vistas novamente.

A operação realizada pelo homem que hoje tem 105 anos, levou as 669 crianças em segurança até a Inglaterra entre os anos de 1938 e 1939. No entanto, ao término da Guerra, esta operação não tinha sido identificada, sendo completamente desconhecida por todos. Foi somente no ano de 1988 que sua esposa Greta descobriu um velho arquivo contendo um livro, datado de 1939, com os nomes e as fotografias de todas as crianças que foram salvas, juntamente com cartas aos pais destas crianças.

O vídeo abaixo é uma reportagem sobre a sua corajosa e inspiradora história. A partir de 6min 30′ o vídeo mostra o emocionante momento em que Winston – sendo homenageado por um programa de TV britânico – percebe que estava sentado ao lado das crianças que um dia ele havia salvado.

 

 

 

 

FONTEVia
COMPARTILHAR
Portal Raízes
Raízes Jornalismo Cultural - Portal, Revista Impressa e Programa de Televisão




COMENTÁRIOS