A convivência em família nem sempre é fácil, ainda mais se a dinâmica está marcada por relações tóxicas. O primeiro fator complicador é o fato de que família não se escolhe. Se as amizades e relações de coleguismo são totalmente opcionais, ou seja, ao se deparar com uma pessoa tóxica pode-se facilmente decidir não manter o contato, com a família é um pouco diferente. O vínculo que nos une a pais, irmãos e até mesmo tios e primos é mais complexo, pois se supõe que deve durar para sempre.

É importante entender que há uma série de consequências ao deixar que a convivência dentro de uma família tóxica se estabeleça e ganhe força. Problemas psicológicos como ansiedade, stress e depressão costumam ser os primeiros a se manifestar. Também é possível que sejam desencadeados transtornos de personalidade, além de criar dependência emocional, sentimentos de inferioridade, baixa autoestima e dificuldade para resolver conflitos.

3 filmes na Netflix que mostram a angústia de conviver com familiares tóxicos

Como a arte imita a vida, confira abaixo a indicação de 3 filmes que trazem à tona o tema ‘familiares tóxicos’. Quem sabe depois de assisti-los, você possa compreender e aprender um pouco a lidar com essa questão. Se quiser ler mais sobre este assunto, acesso o artigo: Como cortar laços com familiares tóxicos e não se sentir egoísta.

1 – Corre

O amor de uma mãe é incomparável, mas no caso de Diane com sua filha Chloe há algo sinistro por trás disso. A mãe criou a filha isolada de tudo, enquanto a adolescente de 17 anos sempre sofreu de várias doenças. Assista ao trailer.

2 – Dumplin

O filme centra-se na vida de uma adolescente, Willowdean. Sua mãe é uma ex-rainha da beleza e está desenvolvendo um concurso em que a adolescente decide competir apesar de não cumprir os padrões exigidos. Assista ao trailer:

3 – Parasita

O filme coreano narra a vida de uma família que vive em situação deplorável e com grande carência econômica. Eles procuram uma maneira de escalar a estabilidade enganando uma família rica para trabalhar para eles. Assista ao trailer:

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.