Ana Furtado celebra primeiro Outubro Rosa após cura do câncer e inspira outras mulheres

Portal Raízes

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e o segundo no Brasil, perdendo apenas para o de pele não melanoma. Ações como o Outubro Rosa – que aqui acontece desde 2002, são importantíssimas para conscientizar às mulheres sobre a importância da prevenção e do tratamento correto e, neste aspecto celebridades são essenciais devido ao seu grande alcance. Na semana passada, a apresentadora Ana Furtado comemorou sua recuperação, aproveitando o início do Outubro Rosa e publicou um vídeo emocionante em seu Instagram.

View this post on Instagram

Ouvir e ler histórias de superação e cura sempre me fortaleceu ao longo do tratamento. Cada palavra de carinho e de otimismo era como um abraço apertado. Daqueles que encorajam, revigoram nossa fé e esperança. Quando a gente compartilha amor, afeto e generosidade, tudo isso se multiplica. Por mil. Sou grata a vocês por tanto e pela fé que nos move. Hoje, no meu primeiro Outubro Rosa curada do câncer de mama, quero celebrar com vocês a VIDA. Ao longo dos últimos meses, compartilhei com vocês por aqui a #MinhaVitóriaRosa. Agora, quero ouvir as histórias de cura de vocês. Quero que possamos juntas inspirar e encorajar mais mulheres que estão hoje no caminho da vitória. No caminho da cura! Compartilhe aqui nos comentários a sua história, ou poste no seu perfil. Pode ser um vídeo, uma foto, como preferir, usando a hashtag #MinhaVitóriaRosa e me marcando. Vamos juntas? 👊💗 #OutubroRosa

A post shared by Ana Furtado (@aanafurtado) on

Classificando seu momento como um “renascimento”, seu câncer de mama foi descoberto em 2018 e, assim como para todo mundo que recebe o diagnóstico de câncer, foi um choque. No entanto, um baque como este nos convida a olhar a vida sob uma outra perscpectiva: “No final, aprendi mais com a doença do que sofri. Me redescobri, evoluí como pessoa, e com muita fé consegui encontrar uma força em mim que eu não sabia que existia. Pude me dar conta da mais profunda importância do amor, do apoio e do afeto, da generosidade”.

Agradecendo o carinho da família, amigos e fãs, ela que completa 46 anos este ano, ainda aproveitou a oportunidade para convidar suas seguidoras a compartilhar suas próprias histórias de superação do câncer de mama, utilizando a hashtag #MinhaVitóriaRosa.

A apresentadora e a Monja Coen, segundo ela “a responsável pelo seu olhar positivo em relação à doença”

Como detectar o câncer de mama

Apesar da mamografia ser recomendada a partir dos 40 anos de idade – em alguns casos a partir dos 35, a melhor maneira de prevenir o câncer de mama é através do autoexame. Este exame deve ser feito mensalmente, para avaliar quaisquer alterações nas mamas, afinal, ninguém conhece seu corpo melhor do que você mesma. O melhor período para realizar o autoexame da mama, é aproximadamente uma semana depois da menstruação.

Fique atenta à alterações, como: edema inchaço na pele, dor na mama ou mamilo, secreção, inversão do mamilo, vermelhidão, mudança de cor nas auréolas ou qualquer outra coisa que fuja da normalidade.

Texto de Gabriela Glette, via Hypeness

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.