Cerca de 250.000 espécies de plantas com flores dependem das abelhas para a polinização. Muitos deles são cruciais para a agricultura mundial. As abelhas aumentam a produção de cerca de 90 safras , como maçãs, mirtilos e pepinos em até 30%, então muitas frutas e vegetais se tornariam escassos e proibitivamente caros. Embora outros insetos e animais polinizem – como morcegos, borboletas e até vespas – nenhum foi projetado como a abelha como uma máquina polinizadora.

As abelhas foram declaradas os seres vivos mais importantes deste planeta, concluiu o Earthwatch Institute na última reunião da Royal Geographical Society of London. De acordo com especialistas em vida selvagem e cientistas, as abelhas se juntaram à longa lista de espécies ameaçadas de extinção.

Os estudos recentes mostram um declínio dramático no número de abelhas, já que quase 90% da população de abelhas desapareceu nos últimos anos. O uso descontrolado de agrotóxicos, o desmatamento ou a falta de flores são os principais motivos de sua extinção.

Por que um ser tão pequeno seria eleito a criatura mais importante da Terra? Bem, a resposta é realmente mais simples do que você jamais imaginou. 70% da agricultura mundial depende exclusivamente das abelhas, pois a polinização das flores fica por conta delas e, sem isto, as plantas não são capazes de reproduzirem. Dessa maneira a fauna pode desaparecer em muito pouco tempo.

Mais do que isso, um estudo realizado pelo Centro de Empreendedorismo Apícola da Universidad Mayor (CeapiMayor) e a Corporação Apícola do Chile (Cach) com o apoio da Fundação para a Inovação Agrária (FIA) concluiu que as abelhas são os únicos seres vivos que não carrega nenhum tipo de patógeno.

“Se as abelhas desaparecessem, os humanos teriam 4 anos de vida”

Olhando pelo prisma dessas notícias, a opinião de Albert Einstein sobre as abelhas não nos parece bastante verossímil? “Se as abelhas desaparecessem, os humanos teriam 4 anos de vida”, disse o famoso físico.

Como a importância das abelhas é fundamental nos ecossistemas do nosso planeta e elas também foram declaradas espécie em extinção, precisamos ter o máximo de cuidado possível com o assunto. E precisamos agir rapidamente, pois ainda temos algumas soluções.

Portanto, para proteger essas criaturas trabalhadoras, alguns ativistas acreditam que devemos proibir imediatamente o uso de pesticidas, promover alternativas agrícolas totalmente naturais e monitorar cuidadosamente sua saúde e bem-estar.

Ultimamente, as pessoas começaram a perceber a importância das abelhas e muitos grupos de direitos dos animais estão dando o seu melhor para a conservação da espécie. Muitas celebridades também aderiram à causa. E talvez o exemplo mais maravilhoso seja o ator Morgan Freeman que transformou seu enorme terreno de 124 acres no Mississippi, em um santuário de abelhas, a fim de proteger a espécie.

“Há um esforço conjunto para trazer as abelhas de volta ao planeta … Não percebemos que elas são a base, eu acho, do crescimento do planeta, a vegetação”, disse Morgan Freeman em uma entrevista.

A perda das abelhas será desastrosa para a humanidade, pois são insubstituíveis

A relação entre abelhas e plantas com flores é uma das mais extensas, harmoniosas e interdependentes cooperações do planeta. Um relacionamento gerado por um período de quase 100 milhões de anos levou à procriação de uma rica diversidade de espécies e também promoveu a elevação da espécie humana na Terra.1

Existem mais de 20.000 espécies de abelhas. No entanto, um número esmagador deles não vive em colmeias. Eles variam em tamanho de 2 mm a 4 cm e não se adaptam bem aos novos tipos de plantas.

75% das culturas alimentares que produzem as sementes e os frutos que consumimos são influenciados, pelo menos em parte, pela polinização. 87 das principais culturas alimentares do mundo são apoiadas total ou parcialmente pela polinização. Por sua vez, isso alimenta milhares de espécies de animais e aves.

O declínio na população de abelhas afetaria negativamente as principais culturas

Eles são a principal razão da diversidade de espécies vegetais. O declínio na população de abelhas afetaria negativamente as principais culturas, como café, cacau, amêndoas, tomates e maçãs, para citar apenas alguns, conforme os relatórios da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

O adoçante mais antigo conhecido e também o mais saudável, o mel tem sido muito procurado desde os tempos antigos. A exportação total de apenas os principais países produtores de mel valia US $ 2,4 bilhões em 2009. Essa é outra vasta fonte de alimento que desapareceria com as abelhas.

O valor monetizado das culturas globais que dependem diretamente dos polinizadores é da ordem de 235 bilhões a 577 bilhões de dólares a cada ano. Este foi um presente gratuito da natureza. Contar com o processo artificial é quase impossível. A única saída é apoiar o processo que leva à polinização natural.

Desmatamentos e pesticidas levarão à extinção do principal polinizador do planeta

Já liberamos processos que, em um futuro não muito distante, levarão à extinção do principal polinizador do planeta e, com ele, à extinção de inúmeras outras espécies, incluindo o homem. A necessidade de sustentar nossa população cada vez maior levou ao uso de métodos para aumentar a produção a qualquer custo, especialmente a derrubada de florestas para terras agrícolas e o uso incremental de pesticidas. 40% das espécies de polinizadores invertebrados, especialmente as abelhas, estão em extinção. Isso levou a um declínio acentuado na população de abelhas selvagens e domésticas. Vastas populações foram dizimadas em algumas partes do globo.

Soluções possíveis

Reduzir drasticamente o desmatamento e do uso de pesticidas tóxicos, especialmente neurotoxinas. O uso de alternativas naturais, é a necessidade imediata. Práticas favoráveis ​​aos polinizadores na agricultura são uma obrigação. Os agricultores precisam estar cientes das necessidades de polinização de culturas específicas e agir em conformidade. Os habitats da vida selvagem devem ser preservados. Os agricultores podem diversificar as fazendas para disponibilizar sempre recursos alimentares para as abelhas. A necessidade de restaurar práticas ecológicas amigáveis ​​deve ser incentivada. Isso preservará os habitats dos polinizadores.

Leia mais sobre este assunto:

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.