Também conhecido como capim-limão, capim-santo, capim-cheiroso, o capim-cidreira é aquele de folhas longas e finas, com aparência de capim mesmo, possui um aroma adocicado que lembra o perfume do limão. É uma planta medicinal rica em citral, limoneno e geraniol, compostos bioativos com ação antioxidante, que combatem o excesso de radicais livres e ajudam a prevenir situações, como câncer, gastrite e pressão alta. As informações são do site Tua Saúde.

Além disso, o capim-cidreira também contém ótimas quantidades de mirceno, um composto bioativo com propriedade analgésica, ajudando a aliviar dores leves, como cólica, dor muscular e dor de cabeça.

O capim-cidreira pode ser encontrado na forma fresca ou seca, em feiras e supermercados, sendo usado no preparo de chás, compressas, sucos, bolos ou geleias. Já o óleo essencial da planta é comercializado em lojas de produtos naturais e pode ser usado como cicatrizante.

Qual a diferença de capim-cidreira e erva cidreira?

O Capim-cidreira diz respeito à planta de nome científico Cymbopogon citratus, também conhecido como “Capim-limão” ou “Capim santo”. Por outro lado, a erva-cidreira possui o nome científico: Melissa officinalis e tem as folhas parecidas com a hortelã.

O capim-cidreira pode ser usado para:

1. Ajudar na perda de peso:

Por possuir propriedades diuréticas, o capim-cidreira promove a eliminação do excesso de líquido corporal, diminuindo o inchaço da barriga, sendo uma opção interessante para incluir em dietas de perda de peso.

2. Ajudar no tratamento da gastrite

O capim-cidreira pode auxiliar no tratamento da gastrite, porque contém ótimas quantidades de flavonoides e taninos, compostos com ação antioxidante e anti-inflamatória, neutralizando e diminuindo a acidez no estômago e ajudando no tratamento do refluxo e da gastrite. Além disso, o capim-cidreira também contém propriedade bactericida, ajudando no tratamento contra Helicobacter pylori, uma bactéria nociva ao estômago que causa gastrite, úlcera péptica e até alguns tipos de câncer.

3. Pode aliviar dores

Por conter mirceno e citral, compostos bioativos com propriedades analgésicas, o capim-santo ajuda no tratamento de dores, como dor de cabeça, dor muscular, dor de barriga e reumatismo.

4. Pode diminuir colesterol “ruim”, LDL

O capim-cidreira é rico em antioxidantes, como limoneno e geraniol, que combatem os radicais livres, impedindo a oxidação das células de gordura, ajudando a diminuir os níveis de colesterol “ruim”, o LDL, e triglicerídeos no sangue e prevenindo doenças, como derrame, infarto e aterosclerose.

5. Auxiliar no controle da pressão arterial

Por ter propriedades diuréticas, o capim-cidreira ajuda a eliminar o excesso de sódio pela urina, auxiliando no controle da pressão arterial. Além disso, os compostos antioxidantes e anti-inflamatórios presentes no capim-santo, como citral, limoneno e geraniol, diminuem a inflamação e promovem o relaxamento das artérias, melhorando a circulação de sangue e prevenindo a pressão alta.

6. Pode ajudar na prevenção de cânceres

O capim-cidreira é uma planta medicinal rica em antioxidantes, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, prevenindo o crescimento e o desenvolvimento de células cancerígenas.

7. Pode auxiliar na prevenção da insônia e da ansiedade

O capim-cidreira contém compostos com ação sedativa, como o citral, que atua no sistema nervoso central, melhorando o tempo e a qualidade do sono. Além disso, o capim-cidreira também possui ação calmante e relaxante, podendo ser indicado para auxiliar no tratamento da ansiedade e estresse.

8. Pode promover a cicatrização de feridas

O óleo essencial de capim-cidreira tem potente ação antimicrobiana e, por isso, pode ser aplicado na pele para melhorar a cicatrização de feridas.

9. Pode auxiliar no tratamento da candidíase

Um dos mais importantes benefícios do capim-cidreira (e também da erva-cidreira) é a sua potencial ação antifúngica. Isso acontece por conta da presença de seus óleos essenciais, que também são responsáveis pelo aroma refrescante da planta. Dessa maneira, um estudo indicou que as substâncias presentes no capim-cidreira têm uma ação bastante eficaz contra fungos, como o Candida albicans O capim-cidreira também pode ser usado para auxiliar no tratamento de outros tipos de contaminação por fungos, como a micose e o pé de atleta. Consulte a sua ginecologista e sua dermatologista, sobre o uso oral e tópico da planta para a prevenção da candidíase.

10. Pode combater o mau hálito

Por ter ação bactericida e antisséptica, o capim-cidreira pode se usar em preparações como chás ou enxaguante bucal natural para combater o mau hálito causado por gengivite, uma inflamação na gengiva causada pelo acúmulo de bactérias entre os dentes. Saiba como usar o capim-santo para combater o mau hálito.

Como usar

O capim-cidreira pode ser usado para o preparo de chás e sucos, ou na forma de compressas. Além disso, o óleo essencial de capim-cidreira também pode ser aplicado na pele para tratar feridas e micoses. O óleo essencial de capim-cidreira também pode ser usado como repelente de insetos ou aromatizante de ambientes, bastando apenas adicionar de 3 a 5 gotas desse óleo em um difusor. Além disso, o capim-cidreira também pode ser usado em algumas preparações culinárias, como sucos, bolos, geleia e sorvetes.

Efeitos colaterais e contraindicações

O consumo indiscriminado, e/ou sem orientação de um especialista, do capim-cidreira pode causar tontura, sono, fraqueza, enjoo, boca seca e pressão baixa, podendo causar desmaio. O uso do capim-cidreira não é indicado para mulheres que estejam grávidas ou amamentando. Além disso, pessoas que usam medicamentos com efeito calmante e para controlar a pressão arterial também devem consultar um médico antes de consumir o capim-cidreira. Antes de inserir qualquer novidade em sua dieta, consulte a sua nutricionistas e um clínico geral.

Receita de chá de Capim-cidreira com folhas frescas:

Ingredientes:

1 litro de água
10 folhas frescas
Mel ou açúcar a gosto

Modo de preparo:

Leve a água para ferver, assim que ferver, desligue, adicione as folhas lavadas e deixe tampado por 15 a 20 minutos. Coe e sirva com mel ou açúcar a gosto. (Se quiser tome o chá puro sem adoçar)

Chá de Capim-cidreira com limão:

Ingredientes:

5 colheres de sopa da planta seca
1 litro de água
1 limão espremido

Modo de preparo: Ferva a água, desligue o fogo. Então adicione as folhas secas da planta e deixe tampado por 20 minutos. Coe, coloque o limão e beba 3 vezes ao dia.

Chá de capim-cidreira e cavalinha

O chá de capim-cidreira com cavalinha é um excelente remédio caseiro para quem quer emagrecer porque é um bom diurético natural e ainda acelera o metabolismo.

Ingredientes

1 colher de capim-cidreira
20g de cavalinha
1 xícara de água
​​Modo de preparo

Adicionar o capim-cidreira e a cavalinha na água fervente e tampar o recipiente. O chá deve permanecer em infusão por aproximadamente 15 minutos. Beba o chá ainda morno.

Da redação de Portal Raízes. Este texto é apenas informativo e não substitui uma avaliação médica. Procure regularmente um clínico geral. Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos, e não se esqueça de comentar. Pois isto contribui para que continuemos trazendo conteúdos incríveis para você. Siga o Portal Raízes também no FacebookYoutube e Instagram.

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.