Deborah Secco| Foto Reprodução|Instagram

“Eu tinha apego aos maus tratos. Eu tinha apego à relações abusivas” – Deborah Secco

Portal Raízes

A atriz Deborah Secco em entrevista ao canal de Thaís Fersoza, lembrou tempos bastante difíceis em que se envolveu num romance tóxico com um homem casado e que também traiu seus parceiros abusivos para eles se afastassem dela. Mas tudo isso ficou para trás depois que conheceu o seu atual marido, Hugo Moura.

Ela confidenciou que:

“Eu tava numa relação muito ruim com um cara casado, já tava há 10 meses falando que ia se separar. Eu tava muito, muito infeliz… Enfim, um dia cheguei em casa tão triste que eu ajoelhei no chão, rezei para Deus e pedi”.

Na conversa, Deborah também falou de relacionamentos passados nos quais acabou até mesmo sendo infiel: “Eu tinha que trair para ir embora, me apaixonar por outra pessoa, porque parece que eu tinha apego aos maus tratos da relação. Eu tinha apego à relações abusivas, então eu traía para me livrar das pessoas abusivas”.

Entretanto, a atriz teve o desejo de mudar seu histórico com Hugo Moura, o pai de sua filha:

“Eu também não era uma pessoa sincera, correta, eu não tentava ser uma pessoa melhor do que eu era. E com o Hugo eu tive esse insight e falei ‘não vou errar com você e vou te contar quem eu sou’. Contei tudo na primeira noite. E hoje eu tenha uma relação sem nenhum segredo. Tudo que eu fiz ele soube por mim. Pela primeira vez, de fato, eu me senti amada”.

Hugo e Deborah oficializaram união matrimonial em 2015, em segredo e estão juntos e felizes até hoje. Um excelente exemplo de que o autoconhecimento é chave para a libertação total de nossas neuroses e que falar a verdade é sempre o melhor caminho.

Confira mais sobre relacionamento abusivo:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.