Dr Drauzio Varella

Flexibilização do comércio não significa flexibilização da pandemia

Portal Raízes

Na coluna Drauzio Varella, da UOL, o médico diz que, com a flexibilização do comércio é comum pensar que o perigo já passou. Mas ele garante que não é bem assim.

“Vamos entender uma coisa: a flexibilização do comércio se dá por fins econômicos e políticos. Existe uma pressão da sociedade e de empresários para que as lojas sejam abertas e os outros serviços essenciais funcionem o quanto antes”.

Ele observa ainda que apesar dos avanços nos testes e pesquisas, tantos com medicamentos quanto com vacinas para Covid, o vírus não foi embora de uma hora pra outra, então o que nos resta é “diminuir o contato social, evitar aglomerações e só sair de casa quando for muito necessário. Nós não podemos flexibilizar essas ações neste momento, muito menos as medidas de prevenção que vocês conhecem muito bem”.

Em suma, ele reflete: “Por mais que se tenha tornado cada vez mais comum ver um monte de gente nas ruas, nos bares e restaurantes, ainda estamos em perigo. Se você precisar sair, se precisar mesmo, saia sempre de máscara. Mas se puder, continue em casa. Nada de festas, por enquanto, não tá na hora. Vamos usar o bom senso. Eu sei que todo mundo já tá cansado disso, mas é pro bem de todos. Seguimos juntos”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.