Em 2016 a igreja realizou o enlace matrimonial de 10 casais homoafetivos — Foto: Divulgação

Igreja Evangélica realizará o maior casamento homoafetivo coletivo da história do RN

Portal Raízes

A igreja evangélica Comunidade Cidade de Refúgio,fundada pela pastora Lanna Holder e sua esposa, Rosania Rocha, abriu inscrições para casamento comunitário para casais hétero e homoafetivos. Essa será a segunda vez que a instituição religiosa realizará esse tipo de união na capital potiguar. O ministério iniciou as atividades em São Paulo e desde então vem se expandindo para outras regiões do Brasil.

A instituição pretende ser inclusiva e abraçar a diversidade sexual. A proposta vai ser colocada em prática pela segunda vez na história do ministério com a realização de mais uma edição, em Natal, de um casamento gay coletivo organizado pela Cidade do Refúgio.

Os preparativos  são feitos pela pastora Daniela Modesto e sua companheira, Kênia Macedo. O objetivo da cerimônia é contemplar todas as formas de união, sejam elas heterossexuais ou homoafetivas.

Na segunda edição, o casamento coletivo está previsto para acontecer no dia 10 de novembro, no Olimpo Recepções, na capital do Rio Grande do Norte. Este deve ser o maior casamento gay da história do estado.

A Cidade do Refúgio é uma saída para a comunidade LGBT poder frequentar uma igreja livre da discriminação de gênero. A congregação reúne milhares de fieis e já realizou diversos casamentos. A igreja está presente em mais de 10 estados brasileiros.

Em maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aceitou uma resolução proposta pelo então ministro Joaquim Barbosa, obrigando todos os cartórios do país a celebrar o casamento civil e converter a união estável homoafetivo em casamento.

Nestes cinco anos, o número de uniões oficializadas cresceu bastante. Apenas em Brasília, foram consumados mais de 400 casamentos, apenas em 2017. No Brasil, são pelo menos 15 mil registros. De acordo com IBGE, isso representa um aumento de 51,7% em relação ao primeiro ano de vigor da norma.

As inscrições para o casamento comunitário devem ser feitas na Comunidade Cidade de Refúgio, que fica na Avenida Senador Salgado Filho, 1867, no bairro Lagoa Nova, Rio Grande do Norte.

Informações extraídas de várias fontes na internet. Dentre elas: G1; Hypeneness; Tribuna do Norte; IstoÉ

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.