Vídeo de senhorinha de 91 anos dançando Elvis Presley viraliza

Portal Raízes

O amor pela dança e pela música parece ser o segredo da vida do morador de Magnolia Springs Southpointe, uma instalação de vida assistida em Indianópolis, Indiana. Este é o estado de espírito de Julia Lewis, 91 anos, que é conhecida por trocar o andador pelos sapatos de dança. Foi o que ela fez na semana passada quando recebeu alta do hospital. E o vídeo viralizou:

“Você pode estar deprimido, pode estar doente, mas sempre pode ligar uma música e esquecer [dos problemas]… A música é o que faz o mundo girar”, disse dona Julia ao Good Morning America.

Júlia, ao completar as sessões de fisioterapia, comemorou seu retorno à casa de idosos fazendo o jitterbug:

“Todo mundo fez jitterbug [quando eu era mais jovem]”, disse ela. “Se você não fez jitterbug, você não era nada”. 

O jitterbug é um tipo de dança popularizada entre afro-americanos nos Estados Unidos no início do século XX e está associada a vários tipos de danças de swing, como o rock.

O vídeo de Júlia Lewis fazendo o jitterbug de “Jailhouse Rock” de Elvis Presley se tornou viral depois que foi publicado na página da casa Magnolia Springs no Facebook em 15 de janeiro. Veja o post:

Thanks Golden Age Home Health Care, LLC for getting our girl across the finish line! #shimmyandshake Julia could give Ellen DeGeneres a run for her money!

Posted by Magnolia Springs Southpointe on Wednesday, January 15, 2020

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.