Não precisa ser BBB pra comer esse bolo de cenoura com cobertura de brigadeiro

Portal Raízes

Camilla de Lucas foi a última vencedora da Prova do Anjo do BBB21, com isso, teve direito a pedir quitutes para o almoço com seus convidados. Como sobremesa, ela escolheu uma paixão nacional: o bolo de cenoura com calda de brigadeiro. Quer aprender a receita que foi degustada na casa? Veja o passo a passo:

Ingredientes – Bolo de Cenoura

3 xícaras de farinha de trigo
3 xícaras de açúcar
1 colher de sopa de fermento
2 cenouras médias
3 ovos
1 xícara e meia de óleo

Modo de Preparo – Bolo de Cenoura

1. No liquidificador, adicione duas cenouras médias descascadas e cortadas.
2. Acrescente 1 xícara e meia de óleo e 3 ovos.
3. Bata até ficar homogêneo.
4. Enquanto bate no liquidificador, em um recipiente, adicione três xícaras de farinha, três xícaras de açúcar, uma colher de sopa de fermento. Mexa bem a mistura.
5. Assim que terminar de bater a massa no liquidificador, misture com os ingredientes secos, até ficar tudo homogêneo.
6. Coloque a massa em uma forma de furo no meio untada e enfarinhada.
7. Leve ao forno preaquecido por aproximadamente 40 minutos, ou até que o palito saia limpinho.

Ingredientes da calda de brigadeiro

1 lata de leite condensado
4 colheres de sopa de chocolate em pó 50% cacau
1 colher de sopa de manteiga

Modo de Preparo da calda de brigadeiro

1. Em uma panela em fogo baixo, coloque todos os ingredientes.
2. Mexa sempre, por aproximadamente 10 minutos, ou até adquirir a consistência desejada.
3. Deixe esfriar um pouco e coloque sobre o bolo. (Se quiser um pouco de crocancia na cobertura, cubra com chocolate granulado).

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.