Morre aos 90 anos, em 26/12/2021, Desmond Tutu, ganhador do Prêmio Nobel da Paz e ativista sul-africano. Desmond Mpilo Tutu foi um arcebispo da Igreja Anglicana consagrado com o Prêmio Nobel da Paz em 1984 por sua luta contra o Apartheid em seu país natal. Desmond foi o primeiro negro a ocupar o cargo de Arcebispo da Cidade do Cabo, tendo sido também o Primaz da Igreja Anglicana da África Austral entre 1986 e 1996.

“Será lembrado por sua imensa contribuição espiritual para a libertação e democracia da África do Sul, a razão pela qual ele foi laureado com o Prêmio Nobel da Paz. Sua busca por justiça continuou quando ele era o Presidente da Comissão da Verdade e Reconciliação e além”, diz a mensagem do papa Francisco.

O Dalai Lama, líder espiritual do budismo tibetano, enviou uma carta de condolências para a filha de Tutu, a pastora Mpho Tutu.

“Como você sabe, ao longo dos anos, seu pai e eu tivemos uma amizade duradoura. Lembro-me das muitas ocasiões em que passamos algum tempo juntos, incluindo a semana aqui em Dharamsa (Índia) em 2015, quando pudemos compartilhar nossos pensamentos sobre como aumentar a paz e a alegria no mundo. A amizade e o vínculo espiritual entre nós era algo que valorizávamos”, escreveu. Dalai Lama disse também que Tutu foi um “verdadeiro humanitário e defensor dos direitos humanos”.

Tutu morreu na madrugada de domingo 26, aos 90 anos, na Cidade do Cabo, África do Sul. Ele lutava contra um câncer de próstata desde o final da década de 1990. Foi hospitalizado várias vezes recentemente para tratar infecções associadas ao tratamento da doença.

Frases de Desmond Tutu

  1. “Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado do opressor”. Desmond Tutu
  2. “Não somos amados por sermos bons. Somos bons porque somos amados”. Desmond Tutu
  3. “Quando os missionários chegaram à África, eles tinham a Bíblia e nós, a terra. Disseram-nos: “Vamos rezar”. Fechamos nossos olhos. Quando os abrimos, nós é que estávamos com a Bíblia e eles com a terra”. Desmond Tutu
  4. “Meu pai sempre dizia: não levante a sua voz, melhore os seus argumentos”. Desmond Tutu
  5. “A opção pacífica perde o sentido se não tem a possibilidade de ser eficaz. A violência é inquietante e inaceitável. Até mesmo, num único caso de homicídio, já é um caso de morte a mais do que podemos aceitar. Não há lugar para neutralidade. Quando você diz que é neutro em relação a uma injustiça ou opressão, você decidiu apoiar o status quo do injusto. Não queremos ser amados por sermos bons. Somos bons porque somos amados. Quando você se recusa a partilhar alguma coisa, corre o risco de perder tudo”. Desmond Tutu
  6. Eu não prego o evangelho social, eu prego o Evangelho, período. O Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo se preocupa com a pessoa como um todo. Quando as pessoas estavam com fome, Jesus não disse ‘Agora isto é político ou social?’ Ele disse: ‘Eu alimento você’. Por que uma boa notícia para a pessoa com fome é o pão”. Desmond Tutu
  7. “Deus tem tão profunda reverência pela nossa liberdade que prefere deixar-nos livres para irmos pro Inferno do que nos obrigar a ir para o Céu”. Desmond Tutu
  8. “Não há nada mais difícil do que tentar acordar alguém que apenas finge que está dormindo”. Desmond Tutu
  9. “Faça um pouco de bem onde quer que esteja; são aqueles pequenos pedaços de bom juntos que oprimem o mundo”. Desmond Tutu
  10. “Devemos estar prontos para aprender uns com os outros, não alegando que somente nós possuímos toda a verdade e que, de alguma forma, temos um limite para Deus”. Desmond Tutu

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.