Pesquisadores descobrem fungo que pode reduzir uso de agrotóxicos na agricultura

Portal Raízes

Pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) descobriram um fungo que é capaz de conter o avanço de pragas em plantações de arroz, tomate, soja e cana-de-açúcar – algumas das espécies mais cultivadas no Brasil. O fungo Waitea Circinata é obtido em raízes de uma orquídea do Cerrado, a descoberta pode causar uma pequena revolução na agricultura local, uma vez que o Brasil é hoje um dos principais mercados compradores de agrotóxicos ‘altamente perigosos’ do mundo, segundo um levantamento financiado pelo Greenpeace.

“O fungo foi obtido a partir de três raízes de orquídea do cerrado. Primeiro avaliamos no laboratório e no arroz cinco doenças que foram controladas. Selecionamos duas doenças do arroz (brusone e queima da bainha) mais importantes, para avaliação nas plantas, cujo controle pelo fungo descoberto foi de 95% e 60%, respectivamente”, explica a professora Leila Garcês de Araújo, coordenadora da pesquisa.

O estudo é conduzido pelo Laboratório de Genética de Microrganismos (LGM) do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFG.

“Para o controle destas doenças no Tocantins e no sul do Brasil utiliza-se até 18 pulverizações de agrotóxicos que afetam a saúde humana causando câncer e o meio ambiente. Nas experiências com as plantas do arroz o controle destas doenças foi de 95% e 60%, respectivamente. No tomate houve controle de 83% da doença nematoide nas galhas, na cana e na soja, as pesquisas são promissoras e estão em andamento” reitera.

Coleta de três raízes de orquídea do cerrado para obtenção do fungo e o fundo, Waitea Circinata crescido em laboratório, em Goiânia, Goiás — Foto: Universidade Federal de Goiás (UFG)/Divulgação

Novo produto

A pesquisadora explicou que para o desenvolvimento de um novo produto a partir deste fungo gasta-se em média 10 anos. “Fizemos a pesquisa, mas para chegar até o produtor rural e à nossa mesa foi feito um acordo de pesquisa entre a UFG e a empresa nacional de controle biológico em junho de 2020. Serão investidos R$ 486 mil para custeio, equipamentos, casa de vegetação e bolsas de estudos. Acreditamos que, em 5 anos, o produtor poderá usar para controle das doenças citadas.

Fontes: UFG, G1, Mais Goiás

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.