Unesco disponibiliza gratuitamente 92 filmes sobre a cultura indígena

Portal Raízes

Visando a valorização da rica e milenar cultura indígena, a Unesco acaba de disponibilizar, gratuitamente, 92 produções audiovisuais que abordam a diversidade linguística e cultural dos índios da América Latina e Caribe. Disponibilizados em uma playlist no YouTube da organização, a seleção do Festival de Cinema Indígena Online, tem como foco a preservação da diversidade desta cultura, cada vez mais ameaçada e abafada.

Crianças indígenas Kuna deslocadas por conta dos conflitos armados na Colômbia. Foto: ACNUR/ B.Heger, via UNESCO

Os filmes foram feitos por diretores de diversos países, entre eles Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, El Salvador, México e Peru. Os principais assuntos abordados foram meio ambiente, educação, consumo sustentável, preservação do patrimônio cultural e natural, e o empoderamento das mulheres indígenas.

Foto: The Brasilians

Somente no Brasil, atualmente existem mais de 150 línguas e dialetos indígenas. A triste notícia é que as línguas nativas de tribos indígenas estão entre as mais ameaçadas de extinção no mundo, dado que nos relembra a importância de manter este legado. Diversas destas línguas estão presentes no acervo, disponível no Youtube com legendas em inglês e espanhol. Preservar este patrimônio é preciso, e mais do que isso, é urgente.

Confira as obras da mostra clicando aqui ou abaixo:

Foto de capa: The Brasilians

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.