O humorista Whindersson Nunes anunciou no dia 20/12 que se despedirá por tempo indeterminado dos palcos. Ele afirmou que ainda precisa aprender a lidar com a fama, e a melhor maneira que encontrou para isso, é dar um tempo para si mesmo em acrisolamento:

“Ontem foi um noite especial pra mim não pelo tanto de gente que foi me ver no Rio de Janeiro, por lá é sempre bom, é sempre assim, é sempre uma festa! Ontem foi a reunião pra decidir sobre o futuro da minha vida e carreira, depois de muito perceber que dessa vida não se leva nada, nem fama, nem glória, muito menos tudo que eu comprar com o que eu ganhar com isso.  Eu percebo a quantidade de pessoas que vai ali atrás de um rumo e não só atrás de um sorriso, e eu queria fazer mais por essas pessoas, mais do que ‘risada em troca de dinheiro’, que é o que parece pra mim, não que eu não goste.

Mas o meu próximo e ultimo show, vai ser um show de despedida, não pra sempre por que isso não existe, ninguém para pra sempre, eu amo estar no palco, mas eu já estive nele por quase 10 anos, rodei o Brasil e vi tantas pessoas, em tantas situação que eu fico constrangido quando alguém não tem 30 reais pra dar risada junto com todos, não me incomodo com a fama por que eu só sou amado pelas pessoas como sou, por que elas me conhecem, e eu amo esse amor, mas me afetou em outros níveis e eu acho que ainda não sei lidar, preciso assimilar, e entende tô que fazer com isso.

Meu último show se chamará ‘Isso não é um culto’, por que eu vejo que a maioria tá ali buscando uma palavra amiga que dê um rumo a seguir, vai parecer muito um culto, mas não é, eu não sou pastor nem psicólogo, nem acho que sei mais que ninguém. Mas a cada pessoa que olha nos meus olhos e diz ‘acho que você salvou minha vida’, eu tenho mais certeza que eu não faço nada, nem mereço agradecimento nenhum, por que eu sou só um instrumento nas mãos do criador.

E eu tô MUITO FELIZ com a decisão, parece que trabalhar a esmo sem saber onde vai dar era uma coisa q me deixava angustiado, mas decidir dar um sumida parece que coloca tudo ao meu controle de novo, me dá um novo futuro, me dá muitas ideias, e eu vou voltar 10x mais forte. Aí sim, o planeta vai ter que engolir”.

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.