85% de parque no Pantanal de MT que abriga maior refúgio de onças-pintadas no mundo foi destruído por incêndios

Portal Raízes

O fogo que atingiu o Parque Estadual Encontro das Águas, localizado na região de Porto Jofre, na cidade de Poconé (distante 102 km de Cuiabá), destruiu 85% do parque. Segundo o Instituto Centro Vida (ICV), os incêndios destruíram uma área de 92 mil hectares do parque, que tem 108 mil hectares.

A localidade é conhecida por deter a maior concentração de onças-pintadas do mundo. Turistas do país e do exterior procuram o parque para fazer a observação de onças-pintadas durante passeios de barco.

Pantanal em chamas: tratamento pioneiro regenera tecidos de animais queimados — Foto: Fantástico

De acordo com análise do ICV, as onças-pintadas, que já são ameaçadas de extinção, agora também são ameaçadas pelas queimadas que estão acontecendo em todo o estado.

Ainda não se sabe quantos animais já morreram em consequência dos incêndios.

O governo decretou situação de emergência em Mato Grosso por causa dos incêndios florestais. O decreto irá valer por 90 dias, podendo ser prorrogado. O incêndio, que começou há semanas, era combatido por funcionários de pousadas e moradores locais e na semana passada foi combatido por bombeiros.

Foto de capa: Onça-pintada que teve as patas queimadas foi resgatada no Pantanal de Mato Grosso no dia 11 de setembro de 2020 — Foto: Ailton Lara

Fonte G1

Leia também: Pantanal Sofre A Maior Devastação De Sua História

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.