ilustração sobre separação. Google imagens

A maioria dos relacionamentos terminam em janeiro, diz pesquisa

Portal Raízes

Ao mesmo tempo em que essa época, de Natal e fim de ano, é boa para compartilhar momentos e alegrias, também é um período onde mais acontecem rompimentos. Provavelmente, desafiados pela perspectiva de passar mais um ano junto ao seu parceiro romântico, muitas pessoas podem começar a se questionar sobre o seu relacionamento nessa época do ano.

Não é por acaso que janeiro é o mês com o maior número de pedidos formais de divórcio. Um estudo realizado em 2018 e publicado na revista Science, mostrou que muitas pessoas que estão infelizes com seus relacionamentos conseguem colocar um ponto final exatamente na época do ano em que a maioria das pessoas faz uma lista de razões para continuar ou desistir de alguns de seus projetos de vida.

Baseado nas listas de 447 participantes aos questionamentos relacionados ao seu atual relacionamento, os pesquisadores identificaram, pelo menos, 27 motivos pelos quais as pessoas optam por permanecer em um relacionamento. Entre os mais comuns, estão o cumprimento da intimidade física e emocional. E também o dever com a família e os benefícios financeiros de se manter um casamento, por exemplo.

Já os motivos que levam as pessoas a terminar relacionamentos duradouros, incluem quebra da confiança, insatisfação sexual, conflitos de interesse e incompatibilidade. E a principal delas, quando uma das partes encontra alguém novo.

É hora de colocar um ponto final

Se você estiver vivenciando um relacionamento ruim, que esfriou, que perdeu o respeito e a confiança ou, pior que isso, um relacionamento abusivo, tóxico, opressor, esta época do ano tem uma energia forte para te ajudar no momento da decisão. Esta energia é pulsante e transformadora. É isso aí, aproveita. Só se prenda ao que te liberta.

Leia mais sobre o assunto:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.